SINOP EM DESTAQUE TV MUNDO ONLINE

Suspeito de assassinar indígena é morto após intervenção policial, em Jacareacanga

Um homem identificado como André Augusto Vinhote Brabo, conhecido pelo apelido de “Lacoste”, suspeito de ter assassinado a tiros o jovem indígena Arlesson Glória Panhum da Silva, de 21 anos, foi morto na madrugada desta sexta-feira (04), após intervenção policial em Jacareacanga.
Segundo informações da polícia, era por volta das 00h50 quando uma guarnição da Rocam PM e Polícia Civil, iniciou uma operação conjunta no município de Jacareacanga com o intuito de localizar e capturar os responsáveis pelo homicídio do indígena. 

o transcorrer das diligências, André foi visto pela  guarnição no bairro Bela Vista. Ao perceber a aproximação dos policiais, ele empreendeu fuga e se refugiou em uma casa aparentemente abandonada. 
Informou a polícia que, neste ínterim, André teria sacado uma  arma de fogo revólver calibre 38 e apontado em direção à guarnição, sinalizando ameaça. Diante disso, na tentativa de repelir o iminente risco de morte, a polícia revidou. 
André foi atingido pelos disparos, socorrido e encaminhado ao hospital Municipal de Jacareacanga, no entanto, não resistiu e foi a óbito. 

{“origin”:”gallery”,”uid”:”ED193A6A-D03B-4CE8-9327-3F05E2993D13_1599237259360″,”source”:”other”}

inda conforme informações apuradas, o suspeito pertencia a uma facção criminosa e era acusado tanto pelo homicídio do indígena, quanto por tentar contra a vida de outros indivíduos do município.
Homicídio
Arlesson Glória Panhum da Silva, conhecido como ‘Nena’, foi assassinado a tiros por volta das 21h40 da noite do dia 31 de Agosto, em um bar localizado próximo a uma praça no município de Jacareacanga. 
De acordo com informações de pessoas que estavam no local, o assassino chegou bem próximo ao indígena no bar e começou a realizar vários disparos de arma de fogo contra ele. Pelo menos 3 tiros acertaram Arlesson. 
Ele ainda foi socorrido e levado ao hospital de Jacareacanga, mas não resistiu e foi a óbito ainda na noite de segunda-feira (31). 
Na foto abaixo mostra Arlesson na mesa do bar juntamente com outro amigo, cerca de 20 minutos antes de ser vítima de homicídio.

{“uid”:”ED193A6A-D03B-4CE8-9327-3F05E2993D13_1599237209310″,”source”:”other”,”origin”:”unknown”}

inda conforme informações apuradas, o suspeito pertencia a uma facção criminosa e era acusado tanto pelo homicídio do indígena, quanto por tentar contra a vida de outros indivíduos do município.
Homicídio
Arlesson Glória Panhum da Silva, conhecido como ‘Nena’, foi assassinado a tiros por volta das 21h40 da noite do dia 31 de Agosto, em um bar localizado próximo a uma praça no município de Jacareacanga. 
De acordo com informações de pessoas que estavam no local, o assassino chegou bem próximo ao indígena no bar e começou a realizar vários disparos de arma de fogo contra ele. Pelo menos 3 tiros acertaram Arlesson. 
Ele ainda foi socorrido e levado ao hospital de Jacareacanga, mas não resistiu e foi a óbito ainda na noite de segunda-feira (31). 
Na foto abaixo mostra Arlesson na mesa do bar juntamente com outro amigo, cerca de 20 minutos antes de ser vítima de homicídio.

{“origin”:”gallery”,”uid”:”ED193A6A-D03B-4CE8-9327-3F05E2993D13_1599237259360″,”source”:”other”}

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *