Sinop em Destaque

Com a promessa de cuidar, família retira paciente de clínica e o abandona nas ruas, em Itaituba

https://www.youtube.com/channel/UCqFC1SY20YuA5uY-cov_uvQ

https://www.instagram.com/?hl=pt-br

Várias foram as matérias produzidas pelo Plantão acerca do tratamento e evoluções apresentadas pelo paciente Manoel Nogueira Chaves, ex-morador de rua e ex-dependente químico, enquanto esteve na Clínica Terapêutica Renascer Álcool e Drogas, em Itaituba. 

Após a realização de exames psiquiátricos, Manoel foi diagnosticado com Esquizofrenia (distúrbio que afeta a capacidade da pessoa de pensar, sentir e se comportar com clareza). A partir de então, iniciou-se um processo de tratamento que durou cerca de 1 ano e 4 meses, até que a família do paciente foi até a clínica arquitetar sua saída.

À esquerda, transformação surpreendente de Manoel. À direita mostra como ele foi resgatado nesta quinta (24).

Com o discurso de leva-lo ao município de Rurópolis e com a promessa de prosseguir com o acompanhamento necessário, conforme orientação da psicóloga e acordado com a instituição, a família o tirou da clínica no início de agosto deste ano.

Tendo em vista a incongruência entre a teoria e prática, Manoel não recebeu o devido apoio da família e voltou a perambular nas ruas de onde foi resgatado no mês de Maio de 2019, o que, pelo estado físico em que foi encontrado, leva a configurar-se situação de abandono. 

Na manhã desta quinta-feira (24), o idealizador do projeto, Sub Tenente Luís Nóia, viu Manoel perambulando nas ruas da cidade, sujo e com aparência totalmente diferente de quando deixou a clínica, como pode ser visto na imagem abaixo. 

Manoel Nogueira Chaves. Antes (2019) e Depois (2020). Fotos: reprodução/redes sociais.

“Quero aqui deixar a minha indignação. Isso é muito desumano. Nem sei se pode ser chamada de família. Porque quem tem família e ama, cuida. A família Renascer tem amor e carinho. Ele é ser humano e merece ser cuidado”, disse Luís Nóia.

Diante disso, em cumprimento à missão e o propósito cíclico de resgatar, abrigar, cuidar e reintegrar na sociedade, Manoel foi novamente resgatado e levado à clínica onde receberá todo tratamento necessário, em razão de que a doença requer ininterruptos acompanhamentos quanto ao controle de medicamentos a serem tomados pelo paciente.

Meios legais

Diante da lamentável situação, Luís Nóia afirmou que todos os meios legais serão adotados a fim de que a família seja responsabilizada no que couber.

Fonte: Plantão 24horas News 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *