Sinop em destaque

Ex-auditor, candidato a vereador é encontrado morto dentro de apartamento.

O ex-auditor da Receita Federal Bruno Aguiar de Carvalho, conhecido como “Bruno Tyson”, foi encontrado morto na tarde desta terça-feira (22) dentro de seu apartamento no Edifício Portal da Chapada, em Cuiabá.

A morte foi confirmada por um morador do edifício e por um advogado que atuou em processos a favor de Carvalho. Nenhum dos dois quis fornecer a identidade.

A Polícia Civil trabalha com a hipótese de suicídio.

Carvalho é uma pessoa conhecida em Cuiabá. Lutador amador de boxe, recentemente ele teve o nome chancelado para concorrer a uma vaga de vereador.

Segundo informações da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), um morador do edifício acionou a Polícia por volta das 17h30 relatando ter ouvido um disparo.

Após receber o chamado, de imediato foi acionada uma equipe da Polícia Civil para verificar a ocorrência e confirmar a informação.

Técnicos da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) foram até o local para iniciar as investigações. Acompanhados do síndico, os policiais abriram a porta do apartamento e o encontraram com um tiro na cabeça.

No início da década, Carvalho foi demitido do cargo de auditor da Receita Federal pela acusação de desídia. O posto, um dos mais cobiçados da administração pública, paga salários superiores a R$ 20 mil mensais.

Desídia consiste na conduta continuada, repetitiva e reiterada por parte do servidor, marcada, de forma injustificada, pela ineficiência, desatenção, desinteresse, desleixo, indolência, descaso ou incúria no desempenho de suas atribuições. 

Carvalho chegou a recorrer da decisão, mas não conseguiu reverter a demissão.

No final da tarde um áudio atribuído a uma amiga circulou nos grupos de WhatsApp. No áudio, a pessoa diz que no final de semana Carvalho – que teria feito aniversário no domingo – estava “perturbado”.

“Ele falou que os espíritos não deixavam ele em paz. E que se não entrasse em contato em dois dias, ele só queria um lugar bom. É muito triste. A gente não acredita que a pessoa vai fazer isso, tirar a própria vida. Mas é muito triste”, disse.

Fonte: Mídia News

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *