Instituto de Pesos e Medidas fiscalizará hidrômetros a partir de setembro em Sinop MT.

Conhecido popularmente como “relógio”, o hidrômetro é o instrumento utilizado para medir o volume do consumo de água em um local e a sua irregularidade pode acarretar o aumento na fatura mensal.

Por isto, o Instituto de Pesos e Medidas (Ipem-MT), ciente do prejuízo que o aparelho pode causar, resolveu montar uma bancada de ensaio para a verificação dos hidrômetros. De acordo com o presidente, Bento Bezerra, a previsão é que os testes ocorram até setembro.

“Antes teremos que enviar alguns técnicos para fazer a capacitação em Mato Grosso do Sul”, explica.

Um dos principais pontos da atividade é dar mais confiança ao consumidor. Caso ele desconfie de alguma irregularidade do aparelho, é importante fazer a denúncia ao Ipem para que o aparelho seja verificado. Com isto, a empresa concessionária de águas terá que tirar o instrumento e enviar para ser feito o teste.

O relógio poderá ter uma tolerância de até 5%, tanto para perda quanto para ganho.

“Vamos supor que o hidrômetro esteja zerado, então passaremos 100 litros de água do tanque e veremos com o medidor de volume se foi preenchido o medidor de 100”, explica Bento.

“Caso não tenha preenchido pegaremos a de 20 ou então de 10 para calcular a perda”. Ou, seja, se o medidor de 20 litros for usado quatro vezes e o de 10 litros uma vez, houve uma perda de 10 litros (10%), estando fora do padrão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *